Blog

Astrologia Horária – O Campeão 2019

Postado por:

À semelhança de anos anteriores, apresentamos um estudo sobre o campeonato de futebol em Portugal, época de 2018-2019, com base na Astrologia Horária. Este artigo tem um objetivo pedagógico e não preditivo. Pretendemos ilustrar como certas variáveis e contextos reais podem estar simbolizados num mapa astrológico.

Notas prévias:

  1. Uma vez que nos quatro anos anteriores, apresentámos estudos com meses de antecedência sobre o possível campeão nacional de futebol (O Campeão 2015O Campeão 2016; O Campeão 2017; o Campeão 2018 – que coincidiram com o desfecho final – é legítimo que muitos leitores nos tenham pressionado para publicar algo semelhante este ano, embora as nossas prioridades pedagógicas não estejam relacionadas com o futebol.
  2. Na verdade, tanto no panorama astrológico nacional como no internacional, esta sequência de estudos desportivos de um campeonato (com diagnóstico correto) é invulgar.
  3. Este poderá ser, contudo, o último ano em que nos propomos a um exercício deste, já que as abordagens que alguns fãs do futebol tiveram para connosco foram, muitas vezes, inconvenientes e exageradas, na pressão de obter o estudo.
  4. Na verdade, chegamos à conclusão que embora a ideia deste exercício seja chamar a atenção para a riqueza da Astrologia e estimular os leitores em conhecê-la noutras vertentes, esse objetivo não tem sido atingido. Os leitores deste tipo de artigos continuam apenas interessados em futebol e ponto final.
  5. Ao contrário dos quatro anos anteriores, em que o estudo foi divulgado quase 5 meses de antecedência este estudo é divulgado apenas cerca de 2 meses antes do fim do campeonato. A razão é simples: os mapas levantados surgiam sempre muito empatados, suscitando muitas dúvidas.
  6. A opinião deste estudo baseia-se em mapas calculados para uma altura precoce do campeonato (início de época) e também já para uma fase avançada. É plausível espelharem apenas tendências, não respostas absolutas. O livre-arbítrio está sempre presente na vida humana.
  7. Assim sendo, a leitura deve ter em consideração esse fator – que não se baseia em mapas horários mais recentes e que já incorporem certas alterações / decisões dos agentes.
  8. O parecer sustenta-se em 3 mapas horários diferentes, que nem sempre apontam na mesma direção – pelo que este é o ano no qual temos sinceramente mais dúvidas em qual possa ser o vencedor final.
  9. Sublinha-se que no momento da publicação deste artigo os dois candidatos ao título – Porto e Benfica – estavam com os mesmos pontos, estando o Benfica na frente por diferença de golos e por ter vencido o rival no estádio deste
 

MAPA HORÁRIO 1:

O mapa Horário 1 foi calculado para uma altura em que estava jogada apenas uma jornada do campeonato – pergunta feita por um benfiquista “ Quem vai ganhar o Campeonato 2018-2019?”

Dados: 11 Agosto 2018, 19h28, Caldas da Rainha

O mapa apresenta, desde logo, muitos cuidados para a interpretação. O ascendente está nos últimos graus e a Lua está vazia de Curso. Para os astrólogos antigos, esta seria claramente uma indicação para não divulgar interpretações com base neste mapa, por ser traiçoeiro.

E, com efeito, abordando-o com mais detalhe, verifica-se que é uma ratoeira completa, sendo plausível que retrate vitórias de ambas as equipas principais candidatas: Benfica e Porto.

SIGNIFICADORES:

Benfica – regente da Casa 1: Saturno em Capricórnio a 3 graus (com 3 pontos no momento da pergunta) – porque quem fez a pergunta é benfiquista e porque o Benfica é um tradicional peso-pesado.

FC Porto – regente da Casa 7 (opositor): Lua em Leão na Casa 7 – afastando-se do Sol que significa a glória do último campeonato

Sporting – provavelmente o regente da Casa 4: Vénus, em Balança, na Casa 8

Título / Troféu / Campeonato – regente da Casa 10: Marte em Aquário na Casa 1

Argumentos a favor do Porto neste mapa:

– Lua, significadora do desenrolar dos eventos, vazia de curso e num signo Fixo – indicador de tudo permanecer na mesma

– Marte, significador do título, em signo Fixo e retrógrado – não fazendo aspetos com ninguém até sair de signo – argumento para o título voltar para o mesmo dono

Argumentos a favor do Benfica neste mapa:

– o título (Marte) está conjunto à estrela Altair, associada à Águia

– está na Casa 1 (do Benfica)

– está a voltar para a linha do Ascendente aí parando no grau 28º40’ (embora não o cruzando completamente)

Resumindo: com este mapa temos significadores praticamente empatados, não sendo possível um diagnóstico claro/ absoluto – a não ser dizer que o campeonato ia ser disputado entre Porto e Benfica, e que o Sporting estaria fora.

Por estar dignificado essencialmente, poderíamos dizer que o Benfica teria melhor equipa mas menos condições práticas. Que o Porto não teria tão boa equipa – em termos de jogadores – mas melhores oportunidades.

A outra forma de interpretar este mapa seria simplesmente admitir que nesta fase do campeonato era, neste caso, impossível ter um veredito exato por não estar decidido (entre dois candidatos possíveis).

 

MAPA HORÁRIO 2

Algumas vezes recebi perguntas sobre se o clube X ou Y iria ser campeão, depois do mapa horário 1. Porém, quer por razões técnicas e outras, não considerei como mapas tão válidos como o seguinte – que me foi perguntado presencialmente por um aluno meu, durante um retiro. Também ele, benfiquista.

Apenas acedi a ver mapas horários seguintes, porque o Mapa Horário 1 – o primeiro que me foi perguntado e teoricamente o mais importante/ prioritário – não se considerou claro para julgamento.

Assim a pergunta, é “Quem vai ganhar o Campeonato, agora que estão decorridas 8 jornadas e disputados 24 pontos?

Dados: 3 de Novembro de 2018, Odemira, 14h24

Este mapa é incrivelmente parecido com o anterior. Ascendente nos últimos graus, indicador de que o campeonato pode ser decidido por uma questão de vírgulas, ou seja, muito tangencialmente.

Ambos os mapas apresentam aliás o Ascendente a 29 graus de um signo, indicador da diferença final entre os candidatos ser milimétrica ou de o campeonato poder ser decidido apenas na última ou penúltima jornada.

SIGNIFICADORES

O Benfica é novamente representado por Saturno em Capricórnio na Casa 11. O Porto pelo Sol em Escorpião na Casa 8 – o que faz sentido, porque no momento, além de Campeão em título o Porto liderava e o seu treinador é Escorpião.

Contudo, neste mapa, o Sol (FC Porto) estava numa Casa mais difícil, a Casa 8 do que o Benfica (na Casa 11).

O Sporting, nesta fase, estava a mudar para um treinador estrangeiro – e é representado por Mercúrio (regente da Casa 4) exilado na Casa 9 (do estrangeiro).

O Título é representado pelo Regente da Casa 10, Júpiter, em Escorpião, conjunto à estrela do Pé do Centauro. Por essas duas razões (Júpiter – título e Sol – Porto), este mapa é já mais radical / legível do que o anterior.

O campeão é representado pelo astro que se aplica a Júpiter por sextil: a Lua.

Mas, então, quem é a Lua?

Argumentos para a Lua ser co-significadora do Benfica:

– a Lua é frequentemente em horária um cosignificador do Eu (quem fez a pergunta era benfiquista)

– o Benfica é o clube mais popular, sendo a Lua representante do povo

– a Lua, segundo John Frawley, é muitas vezes representante do desafiador do Campeão em título, o Sol (ou seja, a Lua é o número 2, sendo o Sol o número 1)

– a Lua está no 2º signo da Casa 7 (e não no 1º), argumento mais compatível para representar o 2º candidato.

– a pessoa que colocou a pergunta é um virginiano com o regente de vida neste signo

Argumentos para a Lua ser co-significadora do Porto:

– a Lua está na Casa 7, do outro (o Porto)

– acabou de fazer sextil ao Sol, o que poderia ser considerado uma translação de Luz (sobretudo se a Lua estivesse em dignidades do Sol), ou seja, a Lua como um mediador entre o Porto e o título

– a Lua está em Virgem, e não podemos esquecer que o treinador do FC Porto se chama Sérgio “Conceição” e, portanto, associado à Virgem. Este facto é também importante porque este treinador pára o autocarro em Fátima sempre que vai para um jogo a sul.

A Lua poderia ainda representar um terceiro grande candidato.

Assim, este mapa ainda suscita dúvidas, embora pendesse um pouco mais para o Benfica.

Resumindo, considerando os dois mapas – o veredito até aqui era muito empatado, embora com mais inclinação para o Benfica.

Por isso, seria legítimo levantar um último mapa, pelo próprio astrólogo, caso este tivesse validade – ao escrever este artigo.

 

MAPA HORÁRIO 3:

Este 3º mapa, apresenta já cores bem diferentes e parece radical. É um mapa calculado para uma altura onde já estavam decorridas muitas jornadas.

Assim, a pergunta é “Quem vai ganhar o Campeonato Nacional de futebol 2018-2019 agora que estão decorridas 27 jornadas – FC Porto ou Benfica?

Dados: Lisboa, 31 de Março de 2019, às 19h29

O primeiro desafio é a escolha dos significadores, já que a pessoa que colocou a questão não tinha preferência especial por nenhum dos clubes na liderança -Porto e Benfica – embora, por natureza sportinguista, mais rival do Benfica.

SIGNIFICADORES:

O Benfica será representado pela Casa 7 e seu regente porque:

– temos um signo de Fogo (Carneiro) nesta Casa, associado ao vermelho

– porque está lá o Sol, exaltado, indicador de muita esperança pelos bons resultados dos últimos jogos e, em especial, pelo 10-0 ao Nacional (Sol a 10º45’), um recorde histórico

– porque o Sol representa também o líder

– porque o Sol a 10/ 11 graus de Carneiro também representa um dos jogadores heróicos Jonas, nascido com o Sol neste mesmo grau e signo, com o número 10 na camisola e tendo marcado 10 golos

– porque o clube SL Benfica  foi fundado com Marte a entrar em Carneiro, a 28 de Fevereiro de 1904

– porque Marte (regente de Carneiro) acabou de sair de Touro, compatível com a melhoria com a mudança de treinador (de Rui Vitória para Bruno Lage)

– Marte está em Gémeos, um signo, aéreo sendo o animal deste clube um predador voador (Marte em Ar)

O Porto será representado pela Casa 1 e seu regente porque:

– temos um Signo de Vénus – Balança – na Casa 1, sendo também este signo de fundação deste clube

– o grau do Ascendente (5º47 de Balança) é o exato grau do Sol na fundação oficial do FC Porto, a 28 de Setembro de 1893

– é um planeta associado ao azul

– está num Signo de Água (Peixes) também associado ao azul e ao vinho (cálice do Porto)

– a exaltação de Vénus neste signo significa a grande esperança também deste clube e bom desempenho (e em trígono ao Meio-do-Céu), estando até mais dignificado do que Marte (o Benfica)

O Título será representado por:

– provavelmente a Lua, por governar a Casa 10 e estar num signo associado ao futebol, Aquário e na Casa 5, da competições

– porque o troféu entregue é prateado e, portando, com uma cor mais associada à Lua

– porque contém um soneto de Luís de Camões, também ele um Aquariano de Sol na Casa 5 (“Se Me Vem Tanta Glória Só de Olhar-te” – nome do soneto)

– é patrocinado por uma empresa de telecomunicações (NOS) associada a Aquário

Em síntese, o andamento do campeonato será dado pelos aspetos aplicativos dos planetas e, especialmente, da Lua.

E a Lua aplica-se por sextil a Júpiter em Sagitário, na Casa 3.

Mas, então, quem é/ o que é Júpiter?

Júpiter não representa diretamente nenhum dos clubes, por significado acidental (regência de Casas).

Caso houvesse mais clubes em condição de ganhar o título no momento da questão, Júpiter poderia ser um terceiro significador. Só que não faz sentido no contexto.

Assim sendo, a atribuição é mais subjetiva e baseada no significado essencial do mesmo (a natureza simbólica do astro).

Júpiter dignificado representa possivelmente:

– os meios de comunicação, por estar na Casa 3

– o livre-arbítrio

– a sorte

– a reputação internacional

– Zeus, cujo animal favorito, segundo a mitologia, é a Águia

– o clube mais popular, com mais aficionados (interessados)

– um clube vermelho, por estar Júpiter num signo de Fogo

Assim sendo, apesar de ser uma atribuição muito heterodoxa – Júpiter parece mais ser aliado benfiquista do que portista. E Saturno seria um planeta mais portista, para equiparar, por ser conservador, sério e antigo.

Para reforçar esta atribuição, podemos ainda acrescentar que Júpiter está domiciliado no mapa da fundação do Benfica (e conjunto a Marte) e debilitado no mapa da fundação do FC Porto. Por outro lado, Saturno está exaltado (em Balança) no mapa da fundação do FC Porto.

Júpiter também pode representar jogadores com “Jota” como sejam João Félix e Jonas, assim como vendas milionárias do Benfica para o estrangeiro (Júpiter está num signo internacional, governa a especulação/ vendas, e está na Casa derivada do estrangeiro do Benfica).

Por outras palavras, também este mapa não é transparente, não permitindo um veredito absoluto – mas abrindo mais as portas para o Benfica e para ambos os clubes poderem enriquecer com bons negócios, devido às prestações esta época.

Resumindo: seguindo 3 mapas horários distintos, as chances estão muito repartidas sendo possível argumentar vitórias para ambas as equipas. A sorte e o livre-arbítrio dos agentes terão papéis determinantes no resultado final.

Em especial, quem for mais jupiteriano – ou seja, otimista com mentalidade e comunicação positiva bem como fair-play – terá tendência a vencer.

Entre os dois principais candidatos, ainda assim, atendendo à linguagem dos símbolos parece haver ligeira vantagem para o Benfica.

Boa sorte e que ganhe o melhor!

João Medeiros

Lisboa, 31 Março 2019

 

(artigo publicado a 7 jornadas do fim, com 21 pontos por disputar, numa altura em que a diferença pontual entre os dois primeiros é nula )

 

Artigos anteriores relativos ao campeonato português:

O CAMPEÃO 2015 

O CAMPEÃO 2016

O CAMPEÃO 2017

O CAMPEÃO 2018

 

0

Adicionar um comentário


Share This

Receba grátis o Ebook - 7 Mantras de Consciência , ao subscrever a newsletter!

  • Conheça os seus Mantras Pessoais
  • Crie uma Nova Realidade na Sua Vida
  • Saiba Quais os Seus Dias mais Fortes da Semana
  • Conecte-se com o Seu Melhor Potencial